• Canal do Médico

    Para maior comodidade e segurança no auxílio ao diagnóstico o Controle conta com o Canal Direto do Médico.

    leia mais
  • Clientes

    A mais de 15 anos de experiencia e cuidados de saúde com seu público

    leia mais
  • Espaço Saúde

    A série DE OLHO NA SAÚDE, contém respostas para as perguntas mais frequentes sobre algumas doenças.

    leia mais
  • Controle Kids

    Unidade especializada para atendimento à crianças.

    leia mais
  • Exames realizados

    Conheça as orientações e instruções dos exames realizados pelo Controle

    leia mais

Anticorpo Anti Cardiolipina

cardiolipina

Investigação de pacientes com achados clínicos de síndrome de anticorpo fosfolípide SAF (tromboses recorrentes, perda fetal, trombocitopenia) primária ou secundária a lúpus eritematoso sistêmico; diagnóstico diferencial de tromboses recorrentes; síndromes semelhantes a lupus; VDRL ou RPR falso-positivos; hemorragias.
A presença de anticorpos ou IgM em títulos elevados (>100 gpL ou mpL para IgG ou IgM respectivamente) está fortemente associada a quadros de síndrome de anticorpo fosfolípide. Os anticorpos podem ser encontrados em títulos mais baixos (30-100 gpL ou mpL) em quadros pós-infecciosos virais ou mesmo bacterianos, após imunizações ou uso de medicamentos (nestes casos é mais freqüente o achado de IgM).
Na maior parte dos casos, os títulos anti-cardiolipina correlacionam-se com positividade para anticoagulante lúpicos (um teste funcional), embora isto não seja de observação obrigatória. A positividade é relatada em até 60% dos casos de lúpus eritematoso sistêmico, e em menor quantidade em outras entidades patológicas autoimunes. A positividade é também relatada em casos de abortos de repetição. Os títulos podem estar sujeitos a significativas flutuações com o tempo.
Interferentes: medicamentos (cloropromazina, fenitoína, fansidar, quinidina, quinino, hidralazina, procainamida, fenotiazinas, interferon, cocaína); sífilis, infecções agudas, neoplasmas, SIDA, baixos títulos presentes em idosos a despeito de processos patológicos. Os anticorpos anticardiolipina estão presentes em até 5% de pessoas normais.
Referência IgM:
Negativo : Inferior a 10,00 MPL-U/mL
Fracamente Positivo : 10,00 a 40,00 MPL-U/mL
Positivo : Superior a 40,00 MPL-U/mL
Referência IgG :
Negativo : Inferior a 10,00 GPL-U/mL
Fracamente Positivo : 10,00 a 40,00 GPL-U/mL
Positivo : Superior a 40,00 GPL-U/mL
Referência IgA:
Negativo: < 14 APL-U/mL Inconclusivo: 14 – 20 APL-U/mL Positivo: > 20 APL-U/mL
Anticorpos anti-cardiolipina IgA são ocasionalmente detectados em SLE e em Pacientes SLE-LIKE.
Estudos recentes indicam que valores altos de IgA são encontrados em Pacientes com complicações vasculares e trombocitopenia.

Não há nenhum comentário.

Deixe uma resposta

Você deve estar logado para postar um comentário.